A maioria da população passa grande parte do seu tempo em ambientes fechados, onde raramente os parâmetros de Qualidade do Ar Interior (QAI) (Temperatura, Humidade Relativa e CO2) estão dentro dos níveis aconselháveis. Esta realidade surgiu devido à construção de edifícios cujas preocupações energéticas eram diminutas face ao preço baixo da energia, bem como à falta de exigência com os parâmetros de Qualidade do Ar Interior.

Atualmente, com a evolução dos parâmetros de eficiência energética e devido à crescente preocupação pelas causas ambientais, a busca pela poupança é constante, tendo surgido o conceito de Green Building. O Green Building está definido como uma construção sustentável, um espaço construído que utiliza conceitos e procedimentos de sustentabilidade ambiental na sua concepção, construção e operação, gerando benefícios económicos e para a saúde dos seus ocupantes.

qualidadedoarinterior

De que forma é afectada a produtividade das pessoas que trabalham num “ambiente Green Building” vs um “ambiente não Green Building”?

O artigo “Can Green Buildings Make You More Productive?” publicado pela The Energy Alliance Group (EAG) of Michigan, afirma que segundo um estudo do investigador Joseph Allen da Universidade de Harvard, que comparou as funções cognitivas de dois grupos de pessoas que foram submetidas a condições ambientais Green Building vs Non-Green Building:

“Em média, os resultados de testes cognitivos foram 61% melhores no grupo que trabalha num ambiente Green Building comparativamente ao outro grupo ao final do primeiro dia do estudo e de 101% ao final de dois ou mais dias.”

Veja o artigo completo aqui.

 

últimos posts